Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 11 de março de 2010

O Grupo Cultural Adrenalina e a OSCIP COMSEF – Comunidade Semeando o Futuro, ambos com sede em Orobó, realizaram pela 10° vez, desde 1998, ano de fundação da Adrenalina, a peça que conta a vida, morte e ressurreição de Jesus Cristo: A Paixão de Cristo: Um Espetáculo de Amor, tema muito valorizado na cidade, devido à religiosidade tradicional do município.

Neste ano de 2010, o espetáculo foi apresentado nos dias 02/04 (sexta-feira), após a missa, na Vila Matinadas, na frente da Capela de São Severino e na frente do mercado público, Zona Rural de Orobó, e no dia 04/04 (domingo), na Praça Coronel Abílio e na Igreja Matriz, na sede do município, após a missa.

Este ano, para realização do espetáculo, assim como em 2009, contamos com o apoio da FUNDARPE, Governo do Estado de Pernambuco e Secretaria de Educação do Estado, através do II Edital Pernambuco de Todas as Paixões, além do apoio do comércio local: Foto Universal, Bazar São José, Mercadinho Pão de Queijo e Mercadinho Tino. Vale salientar, que um dos grandes parceiros da Adrenalina, e um dos idealizadores da proposta, é a COMSEF – Comunidade Semeando o Futuro, que é uma OSCIP localizada em Orobó desde 2001, que vem se destacando a nível municipal, estadual e federal, no apoio ao desenvolvimento sustentável e combate a pobreza.

O espetáculo em 2010, contou com a participação de cerca de 2000 pessoas, e teve como elenco principal, sobre a direção do Professor Jairo Cavalcante: Rafael Azevedo (Presidente da Adrenalina e Jesus Cristo), Ivete Costa (Maria), Fidelis Oliveira (Pilatos e Judas), Higor Albuquerque (Herodes e Pedro), Luis Eugênio (Caifás) e Maria da Conceição (Maria Madalena), e mais cerca de 80 atores e figurantes.

E como o desejo do grupo é sempre transmitir cultura  e resgatar os valores locais e a religiosidade tradicional do município, cumprimos mais uma etapa nessa caminhada de valorização da cultura oroboense. 

Read Full Post »

No Dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.

A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.

Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o “Dia Internacional da Mulher”, em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).

A COMSEF participou de todo processo de preparação da comemoração do dia 08 de março em parceria com o STR – Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Orobó. O evento contou com a participação de vários segmentos (COMSEF, FETAPE, INCRA, Poder Público, Associações e Igrejas), e mais de 1000 participantes. A concentração foi na sede do STR, de onde saímos em passeata com faixas e cartazes, com o tema: “Mulher Lutando por Igualdade na Vida, na Política e Contra a Violência. O encerramento se deu no Centro de Capacitação Rural Severina do Sindicato, na comunidade de Caraúbas, o qual o mesmo foi inaugurado. 

Read Full Post »